segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

nota.

Ceguei. Escrevo de olhos fechados, mas as palavras já sabem o meu coração de cor. Os meus dedos conhecem estas linhas melhor que o meu olhar, e os meus lábios sentem uma onda salgada a afugentar os teus. É tarde demais para chorar.
Foi só um sonho (mais uma vez).

Sem comentários: