sábado, 29 de novembro de 2008

liberdade.

Vivo a vida intensamente. É acordar com um sorriso, sem saber se tenho forças para sorrir! Continuo, suponho eu, neste pseudo estado de felicidade, que a cada dia que passa se torna mais forte, mais grandioso. Por vezes, penso que essa felicidade não passa de uma fonte da minha imaginação. Eu ando, ora feliz, ora eu ando deprimida. Tento combater toda a depressão com a felicidade que, por vezes, teima em abandonar-me. Não é facil, mas eu sempre fui teimosa.
Existe um mundo cheio de cor, mundo esse que alcanço quando estou feliz. Um mundo onde nada me entristece, onde não há barreiras para derrubar nem dor para suportar. Esse mundo não é meu. Nem meu, nem de ninguém. É livre. Vive livre de todas as coisas, boas e más. Consegue abstrair-se da rotina em que vivemos. Lá não existem dias de chuva e de tempestade. O Mundo do qual falo, é bonito. É feliz, é livre :'DD

Sem comentários: